Dicas de ouro para fazer negócios nos Estados Unidos

Negocios nos Estados Unidos - Empresas brasileiras

Devido à crise econômica e política no país, cada vez mais empreendedores brasileiros tem encontrado oportunidades de investimentos no exterior. Por isso, nessa postagem apresentaremos as melhores práticas e dicas para as companhias brasileiras que desejam expandir e potencializar seus negócios nos Estados Unidos. Acompanhe a seguir:

– Resultados são muito relevantes nos Estados Unidos. Se você estiver fazendo negócios no país, lembre-se de vender suas ideias, objetivos e conquistas.

– Os Estados Unidos possui uma cultura individualista. Sendo assim, cada herói empreendedor é muito venerado no país. Como exemplo, podemos citar Mark Zuckerberg (Facebook) e Steve Jobs (Apple). Compare com o Brasil: quantos empresários famosos você consegue citar no momento? No Brasil, a cultura de coletividade é mais presente.

– Diferentemente do Brasil, os EUA possui uma cultura orientada de curto prazo. Em outras palavras, os resultados deste ano tem mais importância do que em um período de 10 anos em seu negócio. Portanto, as estratégias de curto prazo pesam mais do que as considerações de longo prazo. A ideia “tempo é dinheiro” é muito forte na cultura norte-americana.

– Em muitos países, as opiniões dos funcionários são muito valorizadas e espera-se que sejam dadas e ouvidas. Na cultura dos EUA, muitas vezes há um fórum aberto para o debate, porém, normalmente é o chefe que dá a palavra final e toma a decisão. Portanto, se você estiver em reunião com um chefe norte-americano, não se surpreenda se ele tomar uma decisão sem consultar o resto da equipe de trabalho.

Negocios nos Estados Unidos

– A cultura norte-americana tende a valorizar mais os generalistas do que os especialistas. Nos Estados Unidos, resultados e experiências são muito reconhecidos, assim como o histórico, idade e conexões.

– A cultura organizacional nos Estados Unidos é confortável com a incerteza. Por exemplo, a agenda para uma reunião é um ponto de partida para uma discussão e não precisa ser algo engessado. Essa tranquilidade com a incerteza significa flexibilidade e adaptação rápida com mudanças, o que é algo muito valorizado no país.

– As horas de trabalho nos Estados Unidos tendem a ser mais longas do que no Brasil. Sendo assim, uma reunião no café da manhã às 7h pode ser comum, assim como uma reunião no jantar às 20h. Os norte-americanos também tendem a ter menos dias de férias do que os brasileiros.

– Se um norte-americano perguntar “Como você está?”, simplesmente responda “Estou bem, obrigado. E você?” mesmo que isso não seja verdade. Essa é uma importante saudação que faz parte da etiqueta profissional.

– A maioria das indústrias nos Estados Unidos tem regras de conduta muito claras e definidas. É crucial saber como as coisas funcionam no seu segmento. Por exemplo, você deverá estar muito atento às normas e prazos dos seus fornecedores.

– Fazer negócios nos Estados Unidos é mais fácil do que em outros países como o Brasil. É incrivelmente fácil para startups aproveitarem o clima empreendedor e surgirem como um negócio grande e maduro desde o primeiro dia de operação.

Crescimento - Negócios nos Estados Unidos

– Muitas vezes, empreendimentos possuem apenas uma oportunidade para o sucesso. Frases como “eu não tenho” e “não podemos fazer isso” são inaceitáveis em negócios nos Estados Unidos. As empresas devem entregar o que foi prometido. Um único prazo ou objetivo perdido já pode ser motivo suficiente para os principais colaboradores e parceiros procurarem outro negócio.

– Antes de expandir as operações da sua empresa nos Estados Unidos, procure um apoio especializado para o processo de internacionalização. O Hub55 oferece suporte completo para o desenvolvimento de empresas brasileiras em Connecticut – EUA. Para mais informações, acesse a página do projeto Hub55.