5 dicas para abrir empresa nos Estados Unidos

Abrir empresa nos Estados Unidos - Hub55

O atual cenário econômico do Brasil tem motivado muitos empresários e investidores a procurarem alternativas para o crescimento contínuo dos seus negócios. Sendo assim, os Estados Unidos tem sido uma das principais opções dos brasileiros para o empreendedorismo. De acordo com Ricardo Zuniga, cônsul-geral dos Estados Unidos em São Paulo, o investimento brasileiro no país cresceu 89% entre os anos de 2011 e 2015. Isso demonstra que investir nos EUA tornou-se uma prática cada vez mais comum.

Se você deseja aumentar as fronteiras do seu negócio e ingressar no maior mercado consumidor do mundo, confira a seguir dicas fundamentais sobre como abrir empresa nos Estados Unidos:

1) Faça uma pesquisa de mercado

Você deve fazer uma profunda pesquisa de mercado para poder investir nos Estados Unidos. Compreender o setor de atuação, seu público-alvo, diferenças culturais, as vantagens competitivas do seu negócio e as burocracias de entrada no país são itens fundamentais para o seu planejamento. E lembre-se: o cenário brasileiro e o norte-americano são completamente distintos. Por isso, você deve estudá-los cautelosamente com intuito de realizar as adaptações necessárias para então dar início às atividades em um novo mercado.

2) Elabore um plano de negócios convincente

A elaboração de um plano de negócios bem estruturado é muito valorizada pelo governo dos Estados Unidos, pois demonstra que você possui capacidade estrutural e financeira para ingressar no país. Esse documento define o seu projeto, antecipa todos os cenários possíveis, calcula custos tributários e apresenta estratégias empresariais. O plano de negócios é também uma importante ferramenta para o controle e otimização de operações da organização. Além disso, ele é um método para obtenção de crédito e incentivos financeiros oferecidos pelo governo local e serve como chamariz para possíveis investidores.

Dica: Trabalhar no plano de negócios a partir dos Estados Unidos pode ser uma forma eficaz de aumentar o grau de acerto das análises devido ao fácil acesso a advogados e contadores especialistas, grupos empresariais e serviços governamentais.

Consultoria: abrir empresa nos Estados Unidos - Hub55

3) Mapeie seus parceiros

Antes de abrir oficialmente a sua empresa é necessário visitar previamente os Estados Unidos para buscar seus parceiros de negócio, tais como interlocutores, entidades de classe, associações, governos e municípios. Eles podem orientá-lo a respeito dos melhores caminhos para atuação e benefícios e recursos disponíveis. Além disso, você deve também procurar fornecedores de produtos ou serviços aptos para contribuir em seu negócio.

4) Adapte seu negócio às regras locais

Cada país possui suas próprias regras. Por isso, você deve ter apoio nas áreas contábil, jurídica, tributária e empresarial para enquadrar seu negócio nas regras locais. Nessa etapa, o auxílio de profissionais qualificados e de confiança nessas áreas é fundamental para ingressar no mercado dos EUA.

Dica: Busque conversar com um grande número de profissionais e prestadores de serviços diferentes e de confiança. De forma geral, os escritórios de contabilidade e advocacia oferecem muitas orientações como forma de pré-vendas. Posteriormente, é necessário fazer o investimento para contar com apoio e serviços de qualidade.

5) Adapte o marketing e estratégia comercial

A elaboração de um plano de marketing bem estruturado é fundamental para que a empresa esteja um passo à frente da concorrência. Esse plano é uma importante ferramenta para definir objetivos, práticas comerciais e linha de comunicação empresarial conforme as características do mercado norte-americano.

Consultoria para abertura de empresa nos Estados Unidos.
Uma consultoria pode auxiliá-lo na abertura de empresa nos EUA.

O Hub55 oferece soluções para o desenvolvimento de empresas brasileiras nos Estados Unidos. As empresas associadas ao Hub55 tem acesso a apoio administrativo, serviços subsidiados pelo governo de Connecticut, além de amplo networking em associações e entidades governamentais. Saiba mais sobre esse projeto único nos Estados Unidos e amplie as oportunidades de novos negócios!