Energia e Defesa estão entre os temas da reunião de Dilma com Obama

Na visita que fará aos Estados Unidos na próxima semana, a presidente Dilma Rousseff retomará o diálogo com o país e tentará atrair investimentos norte-americanos ao Plano de Investimentos em Logística, que prevê até 2018 concessões em áreas como aeroportos, portos, rodovias e ferrovias.

Em entrevista ao Valor Econômico, a embaixadora dos EUA no Brasil, Liliane Ayalde, se diz satisfeita com o andamento das conversas entre os dois países, especialmente nas áreas de energia e defesa. Na área de energias renováveis e eficiência energética, existem discussões concretas sobre investimentos e transferência de tecnologia, tema que levará a presidente Dilma à Califórnia durante sua visita aos EUA.

A indústria brasileira de Defesa, que há anos busca se aproximar do mercado americano, pode, finalmente, se beneficiar das conversas bilaterais entre os dois países. Dois acordos estão em processo de negociação, um de troca de informações sensíveis e outro de cooperação na área de Defesa. A assinatura dos acordos permitirá o intercâmbio entre Brasil e Estados Unidos em áreas muito sofisticadas e sensíveis.

Leia mais: Em viagem, Dilma buscará retomar diálogo com EUA, diz Itamaraty. Presidente viajará ao país na próxima semana e se reunirá com Obama.
Em 2013, Dilma cancelou visita de estado após denúncia de espionagem. G1